sexta-feira, 16 de outubro de 2009

> E nom final do show... todos os atores são pessoas comuns

[the first]

5:30 da manhã, toca o despertador.
Levanto da cama, tiro o pijama e visto meu uniforme.
Paro na frente do espelho da penteadeira, coloco os brincos, as pulseiras, o colar, o relógio; penteio o cabelo e coloco uma tiara.
Vou até o banheiro, lavo o rosto e escovo os dentes.
Na cozinha encho minha caneca: metade café preto (quente...), metade leite integral (friu, recémtirado da geladeira), coloco duas colheres de chá bem cheias de açucar... Misturo... Bebo tudo num gole só.
Vou pra sala, arumo a mochila. Confiro se dentro dela consta tudo que penso q vou utilizar no decorrer do dia.
Volto para o quarto. Tiro os chinelos e calço os sapatos... (as vezes altos, as vezes baixos; as vezes vermelhor, as vezes pretos; as vezes bota, as vezes tênis, as vezes sandália...)
Vou para o banheiro, escovo os dentes novamente, passo meu desodorante, meu creme no rosto e meu perfume.
Estou pronta!
Passo na sala, coloco a mochila nas costas. Me viro e dou uma ultima olhada no espelho para conferir minha aparência por uma ultima vez. Por uma ultima vez ver a mim mesma.
Pego as chaves na mesa de jantar ou ao lado da T.V..
Abro a porta e deixo a brisa da rua entrar e beijar meus cabelos.
Nesta hora dispo-me. Dispo-me de mim mesma. Dispo-me de quem eu sou. Pego a "roupa" que deixei na porta no dia anterior.
Visto-me. Visto-me de uma outra mulher. Visto-me de seriedade. Visto-me de silêncio.
Entro no carro e tranco a porta. Momentos em q ainda podem existir deslizes de personalidade.
Maqueio-me. Preencho o vazio q fica em minha face com pó, blush, sobra, batom, lápis, ríme, e gloss.
Paro o carro. Um último suspiro. O ultimo suspiro. A ultima espreguiçada.Uma unica certeza.
8hrs. Atravesso a porta e bato o cartão.
Nada vai ser como a um minuto atras.
Esta mulher q me visto senta e inicia sua longa jornada, com uma outra dentro dela, lutante e relutando para sair.
São 15:42. Meu Deus, o dia não termina. Estou cansada de ser quem querem que eu seja.
5:30hr soa o alarme. Meu momento de alegria. arrumo minha bagunça. Organizo meus papéis. Enquanto o computador desliga eu olho o munitor e penso: Acabou?
Visto minha mochila e sigo o meu caminho.
Desta vez eu dispo-me e visto-me da pessoa q ersa pela manhã.
Entro na estação. Metrô sentido estação Tucuruvi.
Santa cruz.
Vila Mariana.
Ana Rosa.
Paraiso.
Vergueiro.
São Joaquim.
Liberdade.
Sé.
São Bento.
Luz.
Brás.
Mooca.
Ipiranga.
Tamanduatei.
São Caetano.
... Como é bom ser eu mesma agora...
São Bernardo......


> * mah * <

3 comentários:

  1. Mari, seu texto me deixou sem palavras.
    Queria te dizer algo, mas as palavras não saem...

    Fico sempre surpresa pela pessoa que vc é.
    São tantos sentimentos e vida inseridos nas horas de um relógio, que tenta se revelar e se esconder em palavras!

    Amo vc flor

    ResponderExcluir
  2. Preciso mesmo te dizer o quanto te amo?
    Preciso mesmo dizer o quanto vc é linda (como mulher, como menina, como moleca :P , como pessoa..)
    Preciso mesmo dizer.. espelho! rsrs...

    bjos!

    ResponderExcluir
  3. mah, bem vinda!
    adorei seu primeiro post

    ResponderExcluir

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

> E nom final do show... todos os atores são pessoas comuns

[the first]

5:30 da manhã, toca o despertador.
Levanto da cama, tiro o pijama e visto meu uniforme.
Paro na frente do espelho da penteadeira, coloco os brincos, as pulseiras, o colar, o relógio; penteio o cabelo e coloco uma tiara.
Vou até o banheiro, lavo o rosto e escovo os dentes.
Na cozinha encho minha caneca: metade café preto (quente...), metade leite integral (friu, recémtirado da geladeira), coloco duas colheres de chá bem cheias de açucar... Misturo... Bebo tudo num gole só.
Vou pra sala, arumo a mochila. Confiro se dentro dela consta tudo que penso q vou utilizar no decorrer do dia.
Volto para o quarto. Tiro os chinelos e calço os sapatos... (as vezes altos, as vezes baixos; as vezes vermelhor, as vezes pretos; as vezes bota, as vezes tênis, as vezes sandália...)
Vou para o banheiro, escovo os dentes novamente, passo meu desodorante, meu creme no rosto e meu perfume.
Estou pronta!
Passo na sala, coloco a mochila nas costas. Me viro e dou uma ultima olhada no espelho para conferir minha aparência por uma ultima vez. Por uma ultima vez ver a mim mesma.
Pego as chaves na mesa de jantar ou ao lado da T.V..
Abro a porta e deixo a brisa da rua entrar e beijar meus cabelos.
Nesta hora dispo-me. Dispo-me de mim mesma. Dispo-me de quem eu sou. Pego a "roupa" que deixei na porta no dia anterior.
Visto-me. Visto-me de uma outra mulher. Visto-me de seriedade. Visto-me de silêncio.
Entro no carro e tranco a porta. Momentos em q ainda podem existir deslizes de personalidade.
Maqueio-me. Preencho o vazio q fica em minha face com pó, blush, sobra, batom, lápis, ríme, e gloss.
Paro o carro. Um último suspiro. O ultimo suspiro. A ultima espreguiçada.Uma unica certeza.
8hrs. Atravesso a porta e bato o cartão.
Nada vai ser como a um minuto atras.
Esta mulher q me visto senta e inicia sua longa jornada, com uma outra dentro dela, lutante e relutando para sair.
São 15:42. Meu Deus, o dia não termina. Estou cansada de ser quem querem que eu seja.
5:30hr soa o alarme. Meu momento de alegria. arrumo minha bagunça. Organizo meus papéis. Enquanto o computador desliga eu olho o munitor e penso: Acabou?
Visto minha mochila e sigo o meu caminho.
Desta vez eu dispo-me e visto-me da pessoa q ersa pela manhã.
Entro na estação. Metrô sentido estação Tucuruvi.
Santa cruz.
Vila Mariana.
Ana Rosa.
Paraiso.
Vergueiro.
São Joaquim.
Liberdade.
Sé.
São Bento.
Luz.
Brás.
Mooca.
Ipiranga.
Tamanduatei.
São Caetano.
... Como é bom ser eu mesma agora...
São Bernardo......


> * mah * <

3 comentários:

  1. Mari, seu texto me deixou sem palavras.
    Queria te dizer algo, mas as palavras não saem...

    Fico sempre surpresa pela pessoa que vc é.
    São tantos sentimentos e vida inseridos nas horas de um relógio, que tenta se revelar e se esconder em palavras!

    Amo vc flor

    ResponderExcluir
  2. Preciso mesmo te dizer o quanto te amo?
    Preciso mesmo dizer o quanto vc é linda (como mulher, como menina, como moleca :P , como pessoa..)
    Preciso mesmo dizer.. espelho! rsrs...

    bjos!

    ResponderExcluir
  3. mah, bem vinda!
    adorei seu primeiro post

    ResponderExcluir